Home > Destaque > Mário Antonino debate recursos hídricos e barragens no Terça no Crea

Mário Antonino debate recursos hídricos e barragens no Terça no Crea

JoadsonO engenheiro civil e professor Mário Antonino foi o palestrante desta semana do Projeto Terça no Crea (26). Com o tema “Recursos Hídricos e Engenharia de Barragens”, o especialista destacou a importância de ser debater e estudar as diversas formas de armazenamento de água, principalmente as barragens.  A abertura do evento foi realizada pelo chefe de Gabinete, Joadson de Souza Santos, representando o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar, que viajou para participar da Conferência Internacional Água e Energia – Novas Abordagens Sustentáveis.

“O consumo de água tem crescido no último século a um ritmo mais de 12 vezes superior ao da população mundial. Por esse motivo, a gestão sustentável, eficaz e equitativa de recursos hídricos cada vez mais escassos será o desafio chave para os próximos 100 anos (FAO)”, destaca o engenheiro.  Ainda segundo ele, “o planejamento inteligente para os lençóis freáticos e para os reservatórios das bacias fluviais será a melhor opção para a demanda crescente por água. As barragens e os reservatórios continuarão sendo necessários para fornecer água em grandes quantidades e com qualidade adequada para atender as necessidades de uma região”.

AntoninoEm sua fala, o professor explicou a importância das barragens para o atual cenário dos recursos hídricos do Brasil. “As barragens são definidas como barreiras ou estruturas que cruzam córregos, rios ou canais para confinar e assim controlar o fluxo da água. As barragens variam em tamanho: de pequenos maciços de terra usados frequentemente em fazendas, a enormes estruturas de concreto, geralmente usadas para fornecimento de água, energia hidrelétrica e irrigação”, destacou.

Para finalizar, o professor ressaltou a necessidade dos Governos Estadual e Federal repensarem as questões hídricas de Pernambuco. “Não é, e nunca foi, novidade, no mundo, o problema da água. O Nordeste sempre foi um ponto de preocupação, privação do produto e sofrimento. A recente crise hídrica da cidade de São Paulo reativou as preocupações no Brasil com o tema. Contudo a preocupação, surgida quando os problemas acontecem, não parece dar lugar ao planejamento e à preparação para o futuro. Mas, há pessoas envolvidas com o assunto e preocupadas com ele”, finalizou.

Rui Gonçalves
ASC do Crea-PE

Check Also

Fiscalização do Crea-PE amplia atuação no estado

Novas operações realizadas na Zona da Mata Norte e no Agreste de Pernambuco, ampliam cobertura …