Home > Destaque > Evandro Alencar é recebido pelo ministro Mendonça Filho em Brasília

Evandro Alencar é recebido pelo ministro Mendonça Filho em Brasília

2016-07-27-PHOTO-00000543O presidente e o chefe de Gabinete do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar e Joadson de Souza Santos, respectivamente, foram recebidos, em Brasília, na tarde da quarta-feira (27), pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. O objetivo da reunião, de acordo com Evandro Alencar, foi apresentar pauta de assuntos relacionados à educação e ao Sistema profissional, entre eles o pedido de apoio para o projeto idealizado pelo presidente do Crea-PE: “Pequenos Matemáticos Futuros Engenheiros”.

O principal assunto abordado disse respeito à solicitação de melhorias para o ensino das Engenharias e da Agronomia, sobretudo, no que se refere à matriz curricular mínima (70% unificada e 30% específica). Sobre a reivindicação, o ministro sugeriu, de imediato, que fosse agendada reunião de representantes do Sistema Confea/Crea e Mútua com os diretores executivos do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), unidade do Ministério da Educação responsável pela regulação e supervisão de Instituições de Educação Superior (IES), públicas e privadas, pertencentes ao Sistema Federal de Educação Superior, e cursos superiores de graduação do tipo bacharelado, licenciatura e tecnológico, e de pós-graduação lato sensu, todos na modalidade presencial ou à distância. A Seres também é responsável pela Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social na Área de Educação (Cebas-Educação).

Sobre o projeto “Pequenos Matemáticos, Futuros Engenheiros”, que tem o objetivo de despertar nos alunos do ensino fundamental o interesse pela matemática que, de acordo com o presidente Evandro Alencar, favorece o aprendizado da lógica, abrindo a possibilidade da compreensão de diversos conteúdos. Ante o pedido, o ministro solicitou o encaminhamento do Projeto do Crea-PE que deverá ser analisado para posterior resposta sobre a possibilidade de apoio do ministério.

Outra reivindicação do presidente do Conselho pernambucano foi feita no sentido de que o Ministério da Educação (MEC) passe a considerar as contribuições do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), quando da criação de cursos afetos às áreas tecnológicas compreendidas pelo Sistema. O pedido tem sua fundamentação no interesse de que os cursos tenham conteúdos programáticos que atendam às exigências do Sistema, quando da necessidade de concessão de atribuições profissionais e, também, no que se refere a uma parceria entre o MEC e Confea, com a finalidade de que se faça conjuntamente, fiscalização nas instalações físicas, inclusive de laboratórios e bibliotecas, bem como dos conteúdos programáticos das Instituições de Ensino Superior (IES) que estão sendo criados no País. Para Evandro esse trabalho garantirá a melhor qualidade do ensino, tanto presencial quanto à distância.

Ainda na pauta da reunião, o pedido de Evandro Alencar quanto à observância da possibilidade de federalização da Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina (Faciagra). Não se furtando do compromisso de avaliar a possibilidade do que entende ser um processo complexo, o ministro disse que, o que pode se tentar viabilizar mais rapidamente, é a instalação de uma unidade da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) no município.

Por fim, o presidente Evandro Alencar solicitou a abertura de um espaço na agenda do ministro para que o presidente do Confea, José Tadeu, acompanhado de membros da sua equipe possa discutir com mais subsídios os pontos pautados por ele.

Dilma Moura
ASC do Crea-PE

Check Also

Riscos de desastres em áreas de risco foram analisados no Terça no Crea

Movimentos de terra, instabilidades do solo em encostas, inundações e enxurradas foram discutidos no Terça …