Capa > Arquivo > Profissionais do Araripe prestigiam I Encontro Profissional Cidadão

Profissionais do Araripe prestigiam I Encontro Profissional Cidadão

Engenheiros, arquitetos, agrônomos, técnicos e tecnólogos compareceram, no último dia 19, em peso ao I Encontro Profissional Cidadão – Regional Araripina, promovido pelo Crea-PE, em parceria com a Assengea, no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), em Araripina, a aproximadamente 700 quilômetros do Recife.

 
De acordo com o presidente do Conselho, José Mário Cavalcanti, o objetivo da reunião foi atingido com a presença dos profissionais da Região do Araripe. “Esse encontro era necessário para mostrar aos profissionais do Sistema Confea/Crea de que ele não está sozinho, isolados. Existe um Conselho presente e junto para atuar em melhoria para os profissionais e para sociedade”, destacou José Mário Cavalcanti. Ele ainda falou sobre o trabalho da internacionalização da instituição, como exemplo, a realização do I Pensar as Américas, no Recife.
 
O presidente da Assengea e inspetor regional do Crea-PE em Araripina, Evandro Carvalho, disse que era grande a satisfação por poder receber um evento desse porte para os profissionais do Araripe. “Quero agradecer mais uma vez ao presidente José Mário por ter nos dado a oportunidade de nos aproximar e entender o Sistema Confea/Crea. As nossas reuniões mensais têm sido muito elucidativas. O Crea foi feliz ao escolher esse tema do evento, pois cidadania é o que precisamos nos dias de hoje”, disse Alencar, ao final ele leu a Carta de Intenção do Araripe.
 
O secretário de Infraestrutura de Araripina, Adolfo Bastos, falou sobre a importância de um trabalho de interação entre o Conselho e as prefeituras. “Essa aproximação entre os dois órgãos é importante para que tenhamos um serviço de mais qualidade para a sociedade”, defendeu.
 
Em nome da Faculdade de Ciência Agrária de Araripina (Faciagra), o conselheiro do Crea-PE Joadson Santos, defendeu a aproximação do Conselho aos profissionais do Interior. “O presidente José Mário foi um divisor de água dessa instituição chamada Crea. Até então eu não tinha notícias de um presidente que tivesse vindo tantas vezes em nossa Região. As pessoas só vinham em épocas de eleições. José Mário já veio cinco vezes para o Araripe”, apontou Joadson Santos.
 
Ele ainda destacou, entre os benefícios trazidos para a Região, o curso de receituário agronômico e o Seminário de Arborização com palestrantes de renome nacional. “Isso é o tipo de investimento de que nós, que pagamos a ART, precisamos”, disse.
 
O chefe de Gabinete, Osvaldo Fonsêca, falou sobre a quebra de ruptura dentro do Sistema Confea/Crea. “Com o trabalho em conjunto com as prefeituras, vamos reverter ainda mais a imagem de que algumas pessoas têm de que o Conselho é apenas um cartório. Estamos demonstrando a sociedade o papel do órgão”, contou Fonsêca.
 
O gerente de Tecnologia de Informação, em exercício, Silas Barboza, apresentou os serviços de ART On-line e Receituário Agronômico aos participantes. Ele fez um passo-a-passo para que os profissionais pudessem entender como acessar os serviços on-line no portal do Crea-PE WWW.creape.org.br no banner serviços on-line. Ele lembrou ainda que a Informática do Conselho somente envia a senha de acesso para o e-mail do profissional, caso seja solicitado por questões de segurança.
 
Depois das dúvidas tiradas, os presentes tiveram a oportunidade de assistir a palestra do associado da Assengea, o engenheiro civil Ricardo Luiz de Alencar Arraes, sobre o desenvolvimento econômico no Interior de Pernambuco. Ele lembrou que, desde a década de 80, os profissionais já lutavam por uma sucursal do Crea em Araripina para atender toda a demanda da Região.
 
Entre os investimentos, o palestrante citou a fábrica Maxx Amidos, que produzirá fécula de mandioca e movimentará a agricultura familiar. Ricardo Arraes falou ainda da instalação de três faculdades e de duas escolas técnicas, estimulando a capacitação da mão-de-obra local.
 
A respeito da Transnordestina, o engenheiro acredita que essa será uma ferramenta importante para os diversos nichos da economia. Em relação ao gesso, ele citou que é necessária a mudança da matriz energética, como exemplo o gás natural, através da Copergás.
 
Estavam presentes o deputado estadual Raimundo Pimentel, os conselheiros regionais Joadson Santos e Jurandir Landim, os inspetores José Costa Filho e Alessandra Gualter Ferreira, o fiscal da inspetoria de Araripina Odon Correia Neto, entre outros.  
 Kele Gualberto
ASC do Crea-PE
Free WordPress Themes - Download High-quality Templates