Profissionais recebem registro em solenidade

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE) promoveu, na noite de ontem (28), a entrega de registro aos novos profissionais, que passam a integrar o mercado de trabalho como pessoas habilitadas para prestar serviço com responsabilidade social. O chefe de Gabinete, Osvaldo Fonsêca, apresentou aos presentes o Sistema Confea/Crea e Mútua, uma vez que alguns profissionais desconhecem a importância do seu conselho para a defesa de suas atividades e da sociedade.

 

“O Sistema Confea/Crea e Mútua é um jogo de ganha-ganha. Quando ele fiscaliza a atividade profissional, isso significa mais segurança para a sociedade de que por trás daqueles serviço ou projeto executado está um profissional habilitado e que tem condições de atender às necessidades, ao mesmo tempo que garante reserva de mercado para nós do Sistema. O Crea vende a segurança ”, explicou Osvaldo Fonsêca. 

 

O chefe de Gabinete ainda ressaltou que é obrigatório a todos os profissionais conhecerem leis e normas, citando entre elas as Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o Código do Consumidor e a Legislação Profissional. “Se o profissional não cumprir o que determina as normas da ABNT, por exemplo, poderá ser culpado por negligência ou imperícia”, alertou.

    

Quanto à Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), Osvaldo Fonsêca, destacou como sendo o documento mais importante para os engenheiros e técnicos, que deverão anotar tudo que for executado ao longo da vida profissional, a exemplo de projetos, serviços, perícias, sondagens, cargos ocupados, entre outros. ”Dessa forma, vocês estarão criando o currículo de vocês, conhecido como acervo técnico”, disse.

 

Ainda na apresentação, Osvaldo Fonsêca esclareceu sobre a saída dos arquitetos e urbanistas do Sistema Confea/Crea e Mútua com a publicação da Lei nº 12.378, de 31 de dezembro de 2010, que regulamenta o exercício da Arquitetura e Urbanismo, cria o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e mostrou um vídeo institucional sobre a Mútua.

 

Na opinião do conselheiro Anderson Rosal, que esteve à mesa, “essa cerimônia de entrega de registro é uma oportunidade valiosa dos profissionais conhecerem o Conselho, que se aproxima cada vez mais das categorias”. Ele ainda explicou que o Conselho é dividido por câmaras temáticas e comissões. “O Crea é formado pelas entidades de classe e instituições de ensino, que fazem a base do Conselho”, afirmou.      

 

 

O presidente do Sindicato dos Técnicos Industriais (Sintec-PE), Jessé Lira, mostrou-se satisfeito pela decisão do Conselho de realizar a entrega de registros em atos solenes. “Esse é um momento muito importante para os técnicos. Sentimos honrados por esta realização”, disse ele.  

 

Já o presidente da Associação dos Engenheiros de Segurança do Trabalho do Estado de Pernambuco (Aespe), Jário Pinto, falou sobre a importância dos novos profissionais participarem das associações e sindicatos com o intuito de fortalecer a categoria.

 

Kele Gualberto

ASC do Crea-PE