Terça no CREA promove debate sobre futuro do Recife

A última edição do projeto Terça no CREA, ocorrido na noite de ontem (20), contou com o economista Guilherme Cavalcanti, atual superintendente da Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES), com a palestra “Plano Recife 500 anos – a construção de uma estratégia para cidade do Recife”. O evento teve como objetivo debater e alinhar demandas sobre quais caminhos devem ser traçados para o cumprimento de ações a longo prazo para a cidade.

A estratégia a ser construída no “Plano Recife 500 anos” visa projetar ações a serem realizadas até o ano de 2037. O projeto, que encontra-se em fase de desenvolvimento,  convida todos os profissionais de engenharia, além da sociedade em geral, para este momento de construção. Durante o evento, que contou com enorme interação entre convidados e palestrante, os profissionais e estudantes presentes no auditório do CREA adicionaram considerações, críticas, e tiraram dúvidas sobre o encaminhamento do Plano.

“O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE) foi a primeira organização que abriu espaço para este debate”, afirmou Guilherme Cavalcanti, na abertura da palestra. O profissional ainda explicou sobre a relevância da construção de planos que enxerguem o longo prazo, oferecendo exemplos de obras que foram idealizadas há décadas atrás e que hoje fazem parte do cotidiano recifense, como a Via Mangue, que teve o primeiro esboço em 1976. “As ações imediatas são fundamentais para o funcionamento da cidade, é claro. Mas, se não cuidarmos do longo prazo, não poderemos construir o futuro”, afirmou. Guilherme reforçou também a importância do exercício da cidadania e da participação ativa de todos na construção do espaço urbano.