Colégio de Presidentes: pauta foi produtiva em Mato Grosso

Assuntos pautados pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas) e pelos grupos de trabalho foram discutidos durante os três dias de realização do Colégio de Presidentes em Cuiabá, que terminou na manhã de hoje, 27. Os principais pontos discutidos foram relacionados à reformulação da legislação do Sistema Confea/Crea, e o andamento da 69ª Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (Soea) e do VII Congresso Nacional dos Profissionais (CNP), que acontecerão em Brasília, de 19 a 23 de novembro.

As leis relacionadas ao exercício das profissões do sistema tecnológico (Lei n° 5.194/66), a remuneração dos profissionais (Lei n° 4.950-A/66) e a Lei 6.496/77 que institui a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) foram discutidas pelos representantes dos Creas que também contribuíram com novas propostas para adequar as leis às atividades exercidas atualmente.

No fim da reunião, o conselheiro federal e vice-presidente do Confea, Dirson Freitag, afirmou o comprometimento dos conselheiros em melhorar o Sistema Confea/Crea. "Nós estamos imbuídos de boas causas. Os normativos nos prendem e buscamos encontrar maneiras de desamarrar e avançar", disse. O presidente do Crea-PI, Paulo Roberto, também agradeceu a estadia em Cuiabá. "Agradeço a todos e ao presidente do Crea Mato Grosso pela acolhida e voltarei mais vezes à Cuiabá."

Para o presidente do Crea-MT, Juares Samaniego, apesar da extensão da pauta e as modificações realizadas o resultado foi satisfatório. "Foi um prazer poder cediar o Colégio de Presidentes em Cuiabá. Esperamos que todos tenham sido bem atendidos. A reunião foi extremamente produtiva e estamos à disposição para acolher outras reuniões e eventos do Sistema Confea/Crea e Mútua", disse.

O próximo Colégio de Presidentes será realizado no início mês de setembro em São Luís, no Maranhão.

*Laís Costa

Gecom/Crea-MT