Crea-PE

Conselheiros federais articulam apoio do Confea na mobilização em defesa da ferrovia Transnordestina

Representantes de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte apresentaram a situação da malha ferroviária do Nordeste durante a Primeira Sessão Plenária do Conselho Federal

Os representantes de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte no Confea pediram apoio da entidade na mobilização pela retomada da ferrovia Transnordestina. O pedido aconteceu na Primeira Sessão Plenária do Conselho, nesta quarta-feira (24), em Brasília.

O presidente do Confea, Vinícius Marchesi, se colocou à disposição para se engajar na mobilização e sensibilizar lideranças políticas em torno do tema. “Uma das prioridades será essa gestão junto ao Congresso para nos posicionarmos e dar todo o suporte técnico”, afirmou.

Uma das sugestões apresentadas na plenária foi a inclusão do tema na Agenda Parlamentar do próximo Encontro de Líderes. “Assim podemos mostrar, através do Confea, que este não é um interesse só do Nordeste, mas do Brasil”, afirmou o presidente do Crea-PB, Renan Azevedo. 

“É importante nacionalizar essa discussão porque o desenvolvimento do Nordeste é o desenvolvimento do país. Não dá para separar”, pontuou a presidente do Crea-AL, Rosa Tenório. O conselheiro federal de Agronomia de Pernambuco, Nielsen Christianni, também participou do debate no Confea.

O Crea-PE iniciou, no ano passado, as articulações em torno da retomada da ferrovia, através do movimento Transnordestina Já. O grupo, que conta com representantes da sociedade civil de Pernambuco, será ampliado com a adesão de lideranças de Alagoas, Rio Grande do Norte e Paraíba.

No último dia 19, o Sinduscon-PE reuniu representantes dos quatro estados para debater a entrega da malha ferroviária do Nordeste Oriental pela Transnordestina Logística e a mobilização em torno da retomada da implantação de ferrovias na região. 

O Crea-PE está produzindo um documento para ser apresentado pelo grupo ao ministro de Infraestrutura, Renan Filho, com as reivindicações dos estados em torno da entrega da malha pela TLSA e de uma nova concessão para a Transnordestina.   

 

Skip to content