Crea-PE

Crea-PE e CRT-03 realizam fiscalização conjunta em estruturas que vão receber prévias carnavalescas

Os equipamentos vistoriados vão sediar festas particulares na capital pernambucana e em Olinda

A 14 dias da abertura oficial do Carnaval do Recife e de Olinda, o Crea-PE e o Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 3ª Região (CRT-03), realizaram, na manhã desta sexta-feira (26), uma operação conjunta de fiscalização em estruturas que vão receber prévias carnavalescas ao longo deste fim de semana nas duas cidades. As equipes vistoriaram as montagens dos eventos Bal Masqué, no Clube Internacional do Recife; o Bloco De Seu Antônio, na Arena Boa Viagem; e o Enquanto Isso na Sala da Justiça, no pavilhão interno do Centro de Convenções de Pernambuco.

O agente fiscal Luciano Lima avaliou como positiva a primeira ação em conjunto com o CRT-03. “Realizamos a fiscalização em empreendimentos voltados ao entretenimento, verificando o exercício profissional realizado por engenheiros nas diversas modalidades ou por técnicos industriais.

Durante a ação, os agentes fiscais do Crea-PE observaram se as atividades relacionadas às engenharias nesses equipamentos estão sendo executadas por um responsável técnico com atribuições em conformidade as exigências da atividade. Foram solicitados documentos que comprovem que os projetos em andamento foram desenvolvidos por profissionais ou empresas registradas no Conselho Regional. Entre os itens observados pela operação estão o Projeto de Prevenção e Combate a Incêndios, as estruturas metálicas, geradores, equipamentos de som, rotas de fuga e a sinalização da acessibilidade.

O gerente de Fiscalização do Crea-PE, Nailon Pacelli, explicou o objetivo da operação conjunta. “O intuito dessa parceria é fiscalizar todos os eventos que envolvam uma quantidade maior de público. A nossa pretensão é aprimorar os mecanismos de fiscalização necessários para identificar o sombreamento de atribuições entre as diversas modalidades de engenharia, inclusive técnicos, para oferecer a possibilidade de melhor a prestação de serviços dos profissionais à sociedade.”

Skip to content