Crea-PE

Entidades civis de quatro estados devem se unir em defesa da ferrovia Transnordestina

Encontro no Sinduscon-PE, nesta sexta-feira, vai reunir representantes dos sindicatos da Construção Civil, das federações da Indústria, Creas e governos estaduais de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas

Representantes de entidades civis de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas se reúnem, nesta sexta-feira (19), no Sindicato da Construção Civil (Sinduscon-PE), em torno de um movimento regional de defesa da ferrovia Transnordestina. A estruturação do encontro foi definida pelos integrantes do Movimento Transnordestina Já, em reunião no Crea-PE, na tarde desta quarta-feira (17).

Segundo Roberto Muniz, que faz parte do Comitê Técnico Permanente (CTP) do Crea-PE, a ideia é organizar uma mobilização dos quatro estados, afetados pela suspensão das obras da ferrovia. “Precisamos criar um movimento que una esses estados para viabilizar o trecho Salgueiro-Suape e a recuperação da malha ferroviária do Nordeste”, ressaltou Muniz.

O presidente do Sinduscon-PE, Antônio Cláudio Couto, disse que foram convidados para a reunião representantes dos sindicatos da Construção Civil, dos Creas, das federações da Indústria e dos governos estaduais. Durante o encontro será apresentada a situação da malha ferroviária e a saída para a retomada da obra.

Um dos desafios do Movimento Transnordestina Já, capitaneado pelo Crea-PE, é mostrar ao Governo Federal a importância de que a atual concessionária, a TSLA, faça a entrega de parte da malha dentro das condições contratuais. Em dezembro de 2023, a empresa encaminhou documento à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para devolução de alguns trechos. “A rescisão pela concessionária deve ser feita com o compromisso de cumprimento do contrato”, defendeu Carlos Calado, também integrante do CTP.

Além do Sinduscon e do CTP, participaram do encontro Francisco Cunha, representante da FCDL; Fernando Teixeira, diretor da Fiepe, e o superintendente de Gestão do Crea-PE, Bertrand Sampaio de Alencar, que representou o presidente do Crea-PE, Adriano Lucena.

 

Skip to content