Presidente Evandro Alencar compõe mesa do 1º Encontro Regional Light Steel Framing

Na manhã da quarta-feira (10), o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE), Evandro Alencar, participou, no Mar Hotel, do 1º Encontro Regional Light Steel Framing, idealizado pela diretora do Congresso Latino Americano de LSF, jornalista Luana Carregari. O evento, que acontece pela primeira vez no Recife e conta com apoio do CREA-PE é, de acordo com os organizadores, um convite para todos os profissionais se engajarem e se tornarem agentes de transformação no mercado nacional da Engenharia.

Convidado a compor a mesa, o presidente do Conselho, esteve ao lado do secretário das Cidades, Francisco Papaléo, vice-presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-PE), Roberto Freitas, diretor de Ciência e Tecnologia do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (Sinduscon-PE), Serapião Bispo Ferreira Neto e da Arquiteta e Urbanista da Construtora Micura, Heloisa Ponaro.

“Temos imensa satisfação em participar de um encontro que discute novas tecnologias construtivas. No entanto, sabemos que além da construção a seco, como é conhecido o Light Steel Frame, temos uma série de novas ideias desenvolvidas por profissionais brasileiros da Engenharia como, por exemplo, o concreto autocicatrizante, que foi tema de uma palestra que realizamos no CREA no mês de abril”, disse Alencar, acrescentando que “nesse sentido, o CREA-PE tem investido na disseminação destas novas tecnologias desde março de 2016, com o Projeto Terça no CREA que realiza, semanalmente, palestras com especialistas focadas na tecnologia aplicada às Engenharias e Agronomia, com o objetivo de aproximar os profissionais da sociedade”.

O presidente fez ainda questão de ressaltar que, apesar de todos os esforços, as novas tecnologias demoram a ser assimiladas no Brasil e que, pelo fato do LSF ser uma grande aposta no Brasil e no mundo, é necessário um trabalho maior em conjunto, para que não apenas se desenvolvam novas tecnologias, mas, também, patenteá-las e, sobretudo, disseminá-las.

Ele defendeu ainda, que “temos profissionais extremamente preparados e com expertise suficiente para serem pioneiros em ideias que possibilitem, cada vez mais, a evolução dos processos construtivos no nosso País e que movimente o

mercado, já que engenheiro é para engenhar, para inventar”, conclui Evandro Alencar, desejando a todos um excelente encontro que possa contribuir para a melhora contínua do mercado.

Ainda sobre o assunto, o diretor de Ciência e Tecnologia do Sinduscon-PE disse que “é preciso mergulhar nestas tecnologias, pois a construção industrializada é o caminho irreversível para o mercado”.
O 1º Encontro Regional de Construção a Seco vai deixar de herança para Pernambuco uma creche localizada num terreno ao lado no Memorial Miguel Arraes, em Jaboatão dos Guararapes. O espaço terá 250 metros quadrados e a montagem de toda estrutura será feita durante o próprio evento, quando os participantes inscritos irão acompanhar e até participar da obra. A creche foi doada por todos os patrocinadores do evento.