Renovação dos plenários dos Creas reúne 70 participantes

O treinamento que sob o título “Elaboração de Proposta de Composição dos Plenários dos Creas”, aconteceu ontem (07), na sede do Confea, em Brasília, e reuniu cerca de 70 participantes entre coordenadores e assistentes das Comissões de Renovação dos Plenários dos 27 Regionais.

Ao abrir os trabalhos, Dirson Freitag, vice-presidente do Confea, lembrou que com a saída dos arquitetos – agora representados pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo – “é necessária maior atenção na definição da composição dos plenários regionais, já que 10% das entidades ligadas ao Sistema têm os arquitetos entre seus associados”.

Freitag destacou que a criação do CAU exige também a reformulação das Resoluções 1018 – que normatiza o registro das Instituições de Ensino e de Entidades de Classe de profissionais de nível superior e de técnicos de nível médio -, e a 1019, que dispõe sobre a composição dos plenários dos Creas.

Na sequência, anunciou a criação de um Grupo de Trabalho especial para tratar dessas duas resoluções. Freitag acredita que em 2013 a renovação de 1/3 dos plenários para 2014 já será regida pelas modificações a serem operadas ao longo deste ano. Para tanto, pediu “a colaboração de todos a fim de que o processo seja bastante participativo”.

Por sua vez, a conselheira Darlene Leitão e Silva aconselhou a  todos que “simplesmente sigam o Manual que orienta sobre a elaboração de proposta de composição dos plenários. Cumpram na íntegra o que está determinado a fim de que o processo não sofra qualquer dificuldade para ser executado”.

Compondo a mesa de abertura dos trabalhos, Sandra Raposo representou o  conselheiro Afonso Lins e Silva, coordenador da Comissão de Organização, Normas e Procedimentos do Sistema. Ela falou sobre a importância de que todos sigam os procedimentos estabelecidos, lembrando que “um dos gargalos da Conp são os processos incompletos”. Ela defendeu ainda “maior alinhamento das propostas sob a luz da Resolução”.

 

Ainda na abertura do treinamento, ao falar aos participantes, Tânia Laura Flores, gerente de Assistência aos Colegiados, deu as boas vindas, destacando que “encontros como esse criam laços de trabalho e amizade”, e é esse sentido que ela espera predominar durante os dois dias de trabalho”.


Em entrevista ao site do Confea, Tânia Laura esclareceu que as Comissões de Renovação do Terço ”terão que desconsiderar os arquitetos para calcular as representações em plenário com base na quantidade de profissionais registrados no Estado”.

 

O treinamento acontece no antigo prédio do Confea, adaptado para ser o Centro de Treinamento e Capacitação Corportiva, coordenado por Águeda Pires.

Maria Helena de Carvalho

Assessoria de Comunicação Social