Crea-PE

Crea-PE intensifica fiscalização para garantir segurança nas estruturas do Carnaval

Nesta sexta-feira (19), foram fiscalizadas estruturas de prévias e da montagem do palco do principal polo do Carnaval do Recife, o Marco Zero

Com o Carnaval se aproximando entre os dias 10 e 13 de fevereiro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE) está reforçando as operações de fiscalização em estruturas, trajetos e camarotes. Nesta sexta-feira (19), o gerente de Fiscalização do Conselho, Nailson Pacelli, e o agente de fiscalização Luciano Lima vistoriaram a montagem da estrutura do Bloco do Alpha, que desfila neste sábado (20), no bairro do Pina. Em seguida, a fiscalização esteve no Restaurante Catamaran, onde acontecerá na noite desta sexta-feira (19) o bloco É Gaia, Papai. Por fim, foi vistoriada a montagem do palco do Marco Zero, principal polo de folia do Carnaval do Recife.

O agente de fiscalização Luciano Lima destacou a abordagem da fiscalização do Crea-PE. “A fiscalização do Crea-PE tem trabalhado de forma objetiva e dinâmica no que diz respeito à Engenharia, observando estruturas metálicas, geradores, sonorização, rotas de fuga e com uma atenção especial para a sinalização da acessibilidade nesses eventos”, enfatizou.

O gerente de Fiscalização, Nailson Pacelli, esclarece a abrangência da fiscalização do Crea. “A princípio a gente faz uma investigação, solicita os documentos, observa aspectos relacionados a serviços de engenharia e verificamos a autenticidade da documentação enviada. Então, é um processo que às vezes não chega a ser conclusivo de maneira imediata, mas com o aprofundamento das ações, a gente verifica todo o status e aí sim consegue dizer se está tudo em conformidade com as exigências”, declarou.

A fiscalização do Crea-PE não se limita à Região Metropolitana, abrangendo também o interior do Estado, como explicou Pacelli. “Fiscalizamos todos os eventos, com uma programação definida para a Região Metropolitana e o interior, assegurando que estejam em conformidade com as normas da Engenharia”, concluiu.

Skip to content