Crea-PE

Crea-PE participa de reunião no Senge-PE com engenheiros da Prefeitura do Recife para discutir a defesa do salário mínimo profissiona

Encontro foi promovido pelo Sindicato dos Engenheiros de Pernambuco e contou com a presença do presidente do Conselho, Adriano Lucena, e do conselheiro do Confea, Nielsen Christianni

Em defesa do salário mínimo profissional, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Adriano Lucena, esteve presente, na tarde desta terça-feira (09), em reunião com engenheiros civis que atuam como analistas em desenvolvimento urbano na Prefeitura da Cidade do Recife. O encontro foi promovido pelo Sindicato dos Engenheiros no Estado de Pernambuco (Senge-PE) e aconteceu na sede da instituição, no bairro da Madalena, na área central da capital pernambucana.

“Não conseguiremos evoluir no debate jurídico, mas precisamos disputar o espaço político, agregar apoiadores e provar a importância do cumprimento do Salário Mínimo Profissional”, enfatizou o presidente Adriano Lucena.

Na ocasião, foram abordadas questões como a luta pelo respeito a remuneração digna, reajustes adequados e a disparidade existente entre os salários dos engenheiros que desempenham a função de analistas em desenvolvimento urbano na prefeitura do Recife com os demais profissionais das engenharias e da arquitetura que atuam na gestão municipal.

Ao final da reunião ficou acertado o envio de um ofício para o prefeito do Recife, João Campos, solicitando uma audiência para tratar do assunto.

Regulamentado pela Lei Federal nº 4950-A, o Salário Mínimo Profissional é a remuneração mínima obrigatória devida por serviços prestados pelos profissionais diplomados com relação a empregos, cargos, funções, atividades e tarefas abrangidas pelo Sistema Confea/Crea.

Participaram do encontro os presidentes do Senge-PE, Eloisa Moraes, e o da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), Roberto Freire; a vice-presidente Assaepre, Flávia Cunha, o conselheiro federal do Confea Nielsen Christianni, os assessores do Crea-PE Milton Costa Pinto e Plinio Sá.

 

 

Skip to content