Estudo inicial para reforma do prédio da antiga Escola de Engenharia é aprovado

O presidente do Memorial da Engenharia de Pernambuco, engenheiro civil Maurício Pina, juntamente com demais integrantes da instituição e o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, estiveram reunidos na manhã de hoje (18.07) no auditório da sede do Crea-PE, onde conheceram o estudo inicial do projeto de reforma do prédio onde funcionou a Escola de Engenharia de Pernambuco (EEP), no número 371, da Rua do Hospício, no bairro da Boa Vista. O estudo, que está sendo concebido pelo renomado arquiteto pernambucano Carlos Fernando Pontual foi contratado pela construtora Norberto Odebrecht, parceira nas ações de criação do Memorial.

Após fazer a apresentação do estudo, o arquiteto ouviu sugestões como o aumento das áreas destinadas ao museu e à biblioteca do espaço a ser restaurado. Também foram sugeridas a utilização do espaço térreo do prédio e a criação de um espaço para estacionamento. O prédio será utilizado por entidades de classes.

O estudo inicial foi aprovado pelos presentes e deverá servir como base para a criação de um catálogo, contemplando as intervenções iniciais, que deverão ser realizadas no antigo edifício, com o objetivo de ser apresentado para captação de recursos a outras empresas que deverão se incorporar a iniciativa.

No final do encontro, o presidente José Mário parabenizou Maurício Pina por mais um passo que está sendo dado no caminho da realização de um sonho de toda a categoria. Ele também agradeceu e parabenizou o arquiteto Carlos Pontual pelo trabalho realizado e, ressaltou que concorda com as sugestões que foram dadas pelos presentes.

José Mário disse ainda que cada vez mais acredita na iniciativa. “A ocupação do Memorial é possível de acontecer desde que seja dada prioridade as mínimas condições físicas. E é com alegria e grande expectativa que renovo o compromisso de, em nome da Engenharia pernambucana, continuar colaborando no que for possível com o presidente Maurício Pina para, ao seu lado garantir a existência do Memorial, que representará um marco na nossa história”, concluiu o presidente do Crea-PE.

De acordo com o presidente Maurício Pina, o Memorial será uma entidade de natureza não apenas histórica voltada à preservação da memória da Engenharia, mas também educativa e cultural. Maurício declarou ainda, que a ideia é envolver entidades e universidades, além da herdeira direta da antiga escola, a UFPE, com o objetivo de que o projeto se torne uma referência da Engenharia no Estado. “Nossa busca pela aproximação com as entidades é acima de tudo para que elas encontrem lá um espaço para realização de reuniões, cursos, palestras, e que o local seja uma segunda casa para cada uma delas”, afirma Mauricio Pina.

HISTÓRIA – De 1918 a 1967, a Escola de Engenharia de Pernambuco funcionou no antigo casarão da Rua do Hospício, local onde será instalado o Memorial. Em 1943, o casarão foi totalmente demolido, e, no local, foi construído o atual prédio. Por um período, o prédio foi ocupado pela Faculdade de Administração, pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) e, a partir de 1999, pelo Ginásio Pernambucano. Até hoje, uma parte do Ginásio Pernambucano funciona no local, mas, no retorno das aulas, início do segundo semestre do ano letivo, os alunos não mais voltarão para o antigo prédio, se instalarão nas dependências da nova escola que está sendo concluída para abrigá-los.

Dilma Moura

ASC do Crea-PE