Capa > Arquivo > Parceria entre o Crea-PE e o Crea-PR possibilita melhorias de gestão

Parceria entre o Crea-PE e o Crea-PR possibilita melhorias de gestão

O presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, e o presidente do Crea-PR, Álvaro Cabrini, firmaram acordo de cooperação técnica que permite aos regionais a troca de experiências e inovações nas áreas de Tecnologia da Informação (TI) e Gestão. A partir do convênio, assinado durante o V Encontro Regional dos Clubes de Engenharia do Nordeste, em maio passado, o Crea-PE oportunizou a ida do assessor técnico, Romildo Cavalcanti, para conhecer a estrutura do Crea-PR, considerada uma das mais organizadas do País, no início deste mês.
 
A visita do assessor do Crea-PE ao Paraná já rendeu frutos. “A parceria fornecerá subsídios para possibilitar a mudança nos padrões de fiscalização através da adoção dos manuais do Crea-PR, adaptados à realidade do nosso Estado”, disse Romildo. Dentro dos próximos 20 dias o manual será encaminhado para a homologação da diretoria e posterior divulgação entre os inspetores do Crea-PE para conhecimento e sugestões. “O procedimento deverá entrar em vigor antes de agosto suprindo uma carência de longos anos na área da fiscalização”, informa o assessor.
 
O manual permitirá também a ampliação das modalidades da fiscalização, estendendo às áreas de eletricidade, eletrônica, química e segurança do trabalho. “O próximo passo a ser colocado em prática, com a ajuda do modelo do Crea-PR, será o protocolo eletrônico e gestão processual, cujas as áreas envolvidas serão o jurídico, as câmaras e a assessoria técnica”, adiantou o presidente José Mário.
 
INOVADOR – O Crea-PR apresentou, durante a audiência pública sobre a Copa de 2014 em São Paulo, este mês, um modelo inédito no Brasil de fiscalização e controle de obras públicas, fruto de uma parceria realizada desde 2006 pelo Conselho com o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) e o Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas – IBRAOP. Trata-se de um trabalho de parceria entre as entidades que estabelece mecanismos de atuação conjunta para fiscalizar os recursos aplicados em obras públicas municipais e estaduais, promovendo o aprimoramento da gestão e do controle de obras públicas.
 
Uma das ações é a exigência nas licitações de obras públicas do projeto básico de engenharia. Ainda dentre as atividades realizadas em parceria estão o intercâmbio de informações, a realização de cursos de capacitação e treinamento, a avaliação de obras paralisadas, a promoção de eventos de divulgação de práticas recomendáveis envolvendo a contratação de obras públicas, uniformização de conceitos por meio de Orientações Técnicas e proposições legislativas no Congresso Nacional.
 
O conceito primordial dessa parceria tem como essência o resgate da utilização das técnicas de engenharia na gestão de obras públicas, a recuperação da capacidade técnica dos órgãos governamentais nos seus setores de engenharia e a estruturação do marco normativo de gestão e execução de obras públicas. “O trabalho sem similar já é uma referência nacional por agir com pró-atividade, deixando de lado a atuação reflexa, apenas punitiva. Queremos mostrar o caminho aos prefeitos e vereadores, auxiliando desde o começo e evitando perda de tempo e de recursos”, disse Cabrini durante sua apresentação no evento em São Paulo.
 
Vanessa Bahé
ASC Crea-PE

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates