Presidência do Crea-PE indica nome de Luiz Carlos Prestes para Comissão do Mérito

Chã Grande, 18 de março de 2013  

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, submeteu à Comissão do Mérito do Crea-PE o nome do engenheiro militar Luiz Carlos Prestes para ser homenageado pelo Sistema Confea/Crea no livro do Mérito, durante a Semana Oficial da Engenharia e Agronomia de Pernambuco (SOEA), que ocorrerá em setembro deste ano, em Gramado (RS). Depois de ouvir as palavras da filha de Prestes, a historiadora e economista Anita Leocádia Prestes, durante o 4º Seminário Conselheiro e Inspetor Cidadão ocorrido na última sexta-feira (15), o presidente José Mário falou sobre a importância de homenageá-lo.

“A dimensão de Prestes como cidadão militar, engenheiro e líder político revolucionário é imensurável sob qualquer ponto de vista que se queira focar. A sua vida como engenheiro é somente uma parte de sua grandiosa existência. Mas o seu desempenho ainda muito jovem como engenheiro já revelava na época o caráter de condição de justiça, de eficiência técnica e inteligência. Acima de tudo uma visão humanística sobre os problemas diversos de injustiças sociais e péssima qualidade de vida de seus camaradas. Denunciando uma triste e sofrida vida do povo brasileiro naquele momento. Não foi uma atividade desempenhada com técnicas avançadas e sofisticadas tampouco de absoluta inovação para o desempenho das atividades profissionais e da evolução da engenharia e da tecnologia, mas para os aspectos sociais foram de fato revolucionários”, avaliou José Mário.

Como exemplo, ele citou as melhorias conquistadas por Prestes nas condições da alimentação dos trabalhadores, que teve como resultado imediato aumento produção de trabalho. Os trabalhadores da construção civil hoje têm o direito às três alimentações. Essa conquista ocorreu na década de 80 e Prestes já pensava assim na década de 20. “Foi uma verdadeira revolução no exercício da atividade e no trato aos subordinados, aos recursos públicos e ao povo brasileiro Com seu exemplo no Brasil e no exterior, onde realizou obras de cunho coletivo com pouco recurso, mas com eficiência. Por todos esses aspectos devemos resgatar essa história, reconhecendo Luiz Carlos Prestes como merecedor da Medalha do Mérito. Para tanto, estamos trabalhando conjuntamente com o Crea-RS e com o Crea-RJ. Tentaremos levar as três propostas para que se convertam em uma proposta única. Essa é a nossa luta”, ressaltou o presidente.

O presidente da Comissão do Mérito em Pernambuco, Jurandir Liberal, fez questão de destacar dois pontos de vistas. “Primeiro é que nós que trabalhamos com Engenharia temos é que nos preocuparmos com as pessoas e não com as obras. E Preste a frente da Coluna já dedicava muito a essa história do tratamento aos soldados. Os jovens que se alistavam 80% eram analfabetos e Prestes tinha a preocupação de educá-los. É uma visão humanística importantíssima. As pessoas passaram a respeitar a sua liderança. Outro aspecto que destaco foi o papel dele contra a corrupção. Ele teve algumas tarefas de denunciar materiais de péssima qualidade. Tinha essa postura de não se vender e de se doar. Enfim, além da sensibilidade, ele levava a sério as tarefas que lhe eram atribuídas. Além de ser uma pessoa estudiosa. É nessa linha que nós estamos querendo propor apoio na defesa do Prestes para ser homenageado. Espero termos sucesso nessa proposta”, afirmou Jurandir Liberal. A Comissão é formada ainda pelos conselheiros Alexandre Santos e Jário Pinto.  

Kele Gualberto
ASC do Crea-PE