Presidente do CAU agradece apoio do Crea-PE na instalação e funcionamento do novo Conselho

“A Arquitetura precisa da construção para se concretizar. O saber-fazer construtivo é um meio de expressão cultural da sociedade. A harmonia desses ofícios deve orientar a colaboração dos conselhos que representam as duas classes profissionais. Harmônicos, eles terão desafios a enfrentar e a possibilidade de êxito será proporcional a essa harmonia, que se manifesta no apoio prestado pelo Crea-PE na instalação e no funcionamento emergencial do CAU/PE. Nesse sentido, o CAU/PE deve particular gratidão ao atual presidente do Crea-PE, o engenheiro civil José Mário de Araújo Cavalcanti, e a toda a atual diretoria”.

O trecho é parte do discurso de posse do presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU/PE), arquiteto Roberto Montezuma Carneiro da Cunha, que fez um agradecimento público ao presidente e a diretoria do Crea-PE, pelo apoio recebido no momento em que profissionais de Arquitetura e Urbanismo, antes integrantes do Sistema Confea/Crea, criam o seu próprio Conselho.  A solenidade de posse, que foi prestigiada por autoridades e pelo presidente do Crea-PE, aconteceu na noite de ontem (24), na sede da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe).

Honrado com a deferência com que foi reconhecido pelo presidente do CAU, José Mário, disse entender ser esse o papel que deve desempenhar para retribuir a grande contribuição dada pelos arquitetos e urbanistas na consolidação de um Sistema profissional forte e respeitado como o Sistema Confea/Crea e Mútua.

 No longo discurso de dez páginas, o arquiteto Montezuma fez uma retrospectiva dos cinqüenta anos em que a categoria buscou a condição de ter o seu próprio conselho. “Como primeiro presidente do Conselho de Arquitetos e Urbanistas de Pernambuco, o CAU/PE, estou imensamente honrado pelo cargo que me confiaram, em votação democrática, meus colegas de profissão. Toca-nos a singularidade que este evento representa para a classe, pois é a primeira vez na história que os arquitetos urbanistas falam sem interlocutores para a sociedade à qual têm o dever de servir. Este é o motivo da emoção que está não apenas em mim, mas em cada um dos que lutaram por esse ideal”.


De acordo com Montezuma, para orientar o exercício de sua missão, o CAU/PE empenhou-se, mesmo antes de entrar em funcionamento, na realização de um planejamento estratégico orientador da sua ação, que se expressa em quatro eixos balizadores: discussão da cidade e do território; formação e capacitação continuada; ampliação da atuação do arquiteto e urbanista e, estímulo às boas práticas profissionais.

Emocionado e otimista, o presidente Roberto Montezuma concluiu seu discurso com uma frase de exaltação a Arquitetura e ao CAU. “Viva a Arquitetura! Viva o Urbanismo! Longa e produtiva vida ao CAU/PE!”.

 

Dilma Moura

ASC do Crea-PE