Proibido uso de Imidacloprido, Tiametoxan, Clotianidina e Fipronil via aplicação aérea

Está suspensa, em caráter cautelar, a aplicação por aeronaves de defensivos agrícolas, que contenham os princípios ativos Imidacloprido, Tiametoxan, Clotianidina e Fipronil. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), a aplicação de produtos agrotóxicos por via aérea é praticada nos plantios e manejo integrado de pragas na produção de frutas, produzindo um cenário de maior deriva e, consequentemente, de maior exposição às populações de abelhas.

A partir de 20 de outubro, as empresas serão obrigadas a colocarem folheto completar ou rótulo nas embalagens, contendo a seguinte frase de advertência: “Este produto é tóxico para abelhas. A aplicação aérea não é permitida. Não aplique este produto em época de floração, nem imediatamente antes do florescimento ou quando for observada visitação de abelhas na cultua. O descumprimento dessas determinações constitui crime ambiental, sujeito a penalidades”.