Capa > Destaque > Crea-PE busca dados sobre rompimento de barragem e alagamentos no interior

Crea-PE busca dados sobre rompimento de barragem e alagamentos no interior

Foto: Ruth Máximo/Divulgação

O Crea-PE informa que está atento ao acompanhamento do governo de Pernambuco, aos casos registrados nas últimas horas no interior do estado, com o rompimento de barragem em Sairé e alagamentos na Zona da Mata, envolvendo a retirada de mais de mil famílias de suas casas – segundo a Defesa Civil estadual.

O órgão foi esclarecido pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, atuando através da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), que o rompimento da barragem Guilherme Pontes, localizada nas proximidades do Sítio Estivas, Zona Rural de Sairé-PE, agreste do Estado no dia de ontem, conta com monitoramento direto da Secretaria Executiva de Defesa Civil de Pernambuco.

Nota oficial do governo do estado destaca que “de acordo com a localização aproximada, pois a barragem particular não foi cadastrada pelo empreendedor, trata-se de uma barragem de terra com cerca de 8m de altura, 120m de comprimento e acumulação da ordem de 350mil metros cúbicos. O reservatório está construído em curso d’água afluente ao rio Sirinhaém. Dessa forma, é recomendado à população seguir as orientações da defesa civil de seu município.

Nas últimas 48horas, o município de Sairé registrou um volume acumulado de chuvas de 112mm, 100% volume total esperado para o mês de junho. A previsão do tempo para a região agreste nas próximas horas é de tempo parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.

DEFESA CIVIL – A Defesa Civil do Estado informa que vem monitorando todos os municípios que foram atingidos com os maiores volumes de chuvas nas últimas 24 horas. Na central de atendimento, houve o registro de alagamentos em diversas cidades do Agreste e Zona da Mata, sendo que no município de Rio Formoso foram registrados 10 deslizamentos de barreiras e 8 famílias desalojadas, nos demais municípios, até o momento, não houve o registro de vítimas.

Nesta terça-feira, 16.06, pela manhã, as equipes técnicas visitarão os principais municípios atingidos com os Grupos de Apoio a Desastres, verificando a situação e orientando as Defesas Civis Municipais na atuação de recuperação e resposta aos danos causados pelas chuvas.

A Defesa Civil Estadual permanece em alerta 24 horas através da central pelos telefones 199 e 3181-2490”, de acordo com o Governo de Pernambuco.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates