Home > Destaque > Crea-PE participa do Pernambuco no Clima, evento que reúne meio empresarial, político e artístico

Crea-PE participa do Pernambuco no Clima, evento que reúne meio empresarial, político e artístico

IMG-20150805-WA0037O 1° diretor administrativo do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Plínio Sá, e o assessor de Políticas Institucionais, Cristiano Silva, participaram, nesta terça-feira (04), do Pernambuco no Clima. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara; o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier; a editora da revista Clima Business, Luciana Nunes, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio; o músico e compositor Lenine; o presidente da Chesf, José Carlos de Miranda; o consul geral dos Estados Unidos, Richard Reiter; e o empresário João Carlos Paes Mendonça, estiveram presentes na ocasião, compondo a mesa.

O primeiro painel focou em como reverter as mudanças do clima através da economia. Um vídeo da canção “Quede água?”, de Lenine, deu as boas-vindas ao público do PE no Clima, abrindo oficialmente esta quarta edição. O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade abriu a mesa e ressaltou a importância de discussões entre especialistas da área e sociedade civil em torno do lema “desaquecer o planeta aquecendo a economia”.

A disrupção no clima e na economia foram os primeiros assuntos apresentados por Sérgio Xavier. “Para vencer a crise econômica e climática, é hora de melhorar o clima de negócios para melhorar o clima”, ressaltou. É preciso que o meio empresarial se adapte aos novos panoramas ambientais.

Em seguida, a plataforma Clima Business foi apresentada pela editora Lucina Nunes. “Queremos, através de um jornalismo propositivo, mobilizar a sociedade e as empresas e mostrar como cada um pode, sim, transformar o planeta”, disse. A plataforma tem seu lançamento no PE no Clima, com a distribuição da primeira edição da revista.

Lenine deu prosseguimento à cerimônia de abertura e iniciou sua fala ressaltando a importância de debater o meio ambiente. “Entendo que estamos vivendo um momento muito especial. Vivemos o antropoceno: pela primeira vez uma espécie se sobrepõe na natureza a todas as outras. Estamos superpovoando o planeta de tal maneira que tudo está mudando muito.”

O empresário João Carlos Paes Mendonça conversou com o público sobre o projeto do RioMar Shopping. “Tivemos todo o cuidado com o setor energia e com ações de plantio de árvores, palmeiras do mundo todo”, explicou. “Hoje esse projeto recebeu prêmios internacionais da área ambiental. Fizemos esse projeto com todo o carinho, mostrando que é possível transformar uma área degradada em um local sustentável.”

Empresa participante da implantação de 40 parques eólicos no Brasil, a Chesf foi representada no evento pelo seu presidente, José Carlos Miranda. “Este ano, junto com a iniciativa privada, colocaremos em funcionamento 28 parques eólicos, sendo quatro deles em Pernambuco, na Serra das Vacas”, exemplificou. A importância de investir em energias renováveis foi ressaltada por Miranda.

O cônsul dos Estados Unidos falou sobre a necessidade de cada um da sociedade civil tomar consciência da sua importância na questão da preservação ambiental. “Essa questão exige uma ação global. Estou muito feliz de poder participar desse evento hoje e representar os Estados Unidos.” Richard Reiter lembrou ainda a promessa do Brasil em reflorestar grandes áreas até 2030, as medidas ambientais lançadas no governo Obama e a parceria entre os dois países sobre pesquisas científicas para compreensão da Amazônia.

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ressaltou o fato da capital pernambucana estar em 16º posição no ranking das que estão vulneráveis a sofrer mais impactos das mudanças climáticas. “Pela ocupação urbana desordenada, pela água que corre na cidade, pela nossa posição abaixo do nível do mar, o recifense tem que ter uma preocupação adicional aos dos cidadãos de outras cidades brasileiras e mundiais com o impacto ambiental.” A participação em eventos internacionais de discussões ambientais foi também ressaltada pelo prefeito, assim como o trabalho de redução de emissão de gás carbônico.

Por fim, quem encerrou a mesa foi o governador Paulo Câmara. “Não dá para falar mais apenas de desenvolvimento econômico e social. Temos que ter esses desenvolvimentos aliados ao desenvolvimento sustentável. A agenda da sustentabilidade não pode ficar atrelada à do dia a dia das repartições. Ela tem que estar presente no nosso cotidiano e ir às ruas”, disse.  Os debates a respeito desses avanços sustentáveis englobam, para o governador, novas concepções acerca das questões da água, da energia renovável, da preservação ambiental das florestas, caatinga, e dos programas de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA).

 

Check Also

Presidente do Crea-PE faz mensagem especial na finalização do CP

Em Brasília, nesta quarta-feira, 02.12, durante reunião de finalização do CP- Colégio de Presidentes, Evandro …