Home > Destaque > Waldir Duarte Costa Filho participa de CP que elege dois diretores da Mútua

Waldir Duarte Costa Filho participa de CP que elege dois diretores da Mútua

waldirO 1° vice-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Waldir Duarte Costa Filho, participou, nesta quinta-feira (23) e sexta-feira (24), em Brasília, da reunião do Colégio de Presidentes.  No primeiro dia do evento, as discussões dos representantes dos Regionais foram sobre o Regime Jurídico único. Nesse primeiro momento, a assessora jurídica do Crea-PE, Ana Rita Falcão, também participou da reunião. O encontro ainda contou com a presença de diversos Conselhos profissionais.

Já na tarde desta sexta-feira (24), o Colégio de Presidentes elegeu  Jorge Roberto Silveira e Gerson de Almeida Taguatinga para as diretorias da Mútua. Entre os cinco diretores da Caixa, dois são eleitos pelo Colégio de Presidentes (CP) e três são eleitos pelo Plenário do Confea, na  eleição marcada para o dia 18 de agosto.

O presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, José Tadeu, destacou a importância da missão de assumir essas diretorias. “Creas, façam seu programa de Fiscalização. Mútua, faça parceria para ampla divulgação da ART, já que 20% vai para Mútua, e para mostrar para a sociedade a importância de se ter um profissional habilitado”, disse Tadeu.

Concorreram aos cargos três nomes de projeção entre as lideranças do Sistema: Antonio Salvador da Rocha – ex-presidente do Crea-CE, atual diretor da entidade e candidato à reeleição –, Jorge Roberto Silveira e Gerson Almeida Taguatinga, ex-presidentes de Sergipe e Goiás,  respectivamente. Silveira e Taguatiga receberam 19 votos cada um, e Salvador da Rocha 11.

Sob coordenação de Marco Antônio Amigo, presidente do Crea-BA, o colegiado teve conhecimento dos currículos e do programa de trabalho de cada candidato, feita ainda pela manhã, sob o comando de Antonio Ivar do Sul, conselheiro federal e coordenador da Comissão Eleitoral Federal (CEF).

Com 20 minutos para apresentar suas propostas, os candidatos, de forma geral, se comprometeram a dinamizar a atuação da Mútua, considerada o “braço social do Sistema Confea/Crea e Mútua”, como definiu o presidente do Confea para quem: “Hoje o colégio esta reunido especificamente para cumprir a obrigação legal determinada pela Lei nº 6.496 de 1977, que determina que o Colégio de Presidentes eleja dois diretores”. Para o presidente do Confea, “a Mútua cresceu nos últimos anos e o Confea não tem dúvida dos avanços da entidade”. Ele destacou ainda “o processo democrático que marca a escolha das lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua”.

No próximo dia 18 o plenário federal elegerá mais três membros. Eleitos os cinco diretores, o plenário também irá escolher, entre eles, o diretor presidente. Sobre o processo eleitoral, José Tadeu acredita que “será tranquilo, independentemente do resultado em função da larga experiência e qualidade dos candidatos”.

Anfitrião da primeira reunião extraordinária do Colégio de Presidentes em 2015, Flavio Correia de Souza, presidente do Crea-DF, deu as boas-vindas a todos os participantes. ”É preciso coragem para ser diretor de Mútua, porque a responsabilidade é grande. Espero que a eleição seja tranquila com a apresentação dos candidatos. O nível será da melhor qualidade.

Rui Gonçalves
Com informações do Confea

Check Also

Fiscalização do Crea-PE amplia atuação no estado

Novas operações realizadas na Zona da Mata Norte e no Agreste de Pernambuco, ampliam cobertura …